Pesquisa aponta que 84,7% das mulheres realizam as tarefas com a casa, sendo 37,8% contam com o apoio do cônjuge

  • 0
  • 677 views
BARRAGEM REPRESA_JE 10

Uma pesquisa realizada pelo CMEC (Conselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura) da CACB (Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), realizaram uma pesquisa com o objetivo de mapear o perfil da mulher empreendedora.

A amostra mínima inicial para o estado de São Paulo era de 730 entrevistas com mulheres empreendedoras. Ao final do período de coleta de dados, 903 mulheres participaram da pesquisa, sendo cidades de São Paulo e São Carlos.

Loja Barbosa (3)

Dos resultados, as mulheres paulistas, 84,7% realizam as tarefas de cuidados com a casa, sendo que 37,8% contam com o apoio do cônjuge, 17,1% dos filho(a)s/ enteado(a)s, 20,9% com apoio de diaristas e 10% com funcionário(a) mensalista.

Outro dado da pesquisa, é que 64,5% estão na faixa etária de 40 a 59 anos e 26,5% entre 20 a 39 anos, e quase 70% são casadas ou união estável.

Com relação a renda familiar, 65,1%  das mulheres possuem renda domiciliar de até R$ 8.630,07, sendo que 42,5% são responsáveis pela maior parte da renda do domicílio.

No porte da empresa, 42,5% dos negócios são MEI e 21,6% microempresas.

Os principais desafios na jornada como empresária/empreendedora foram dupla jornada (64%), falta de incentivo e apoio, além do financeiro (37,3%), insegurança (35,4%) e desconhecimento das ferramentas de gestão (27,4%); 49,6% acreditam que algumas dificuldades enfrentadas na sua jornada de empresária/ empreendedora devem-se ao fato de ser mulher;  24,9% afirmaram que, ao menos uma vez, alguém disse que seu negócio é coisa de homem, sendo que 68,9% indicaram que a afirmação não a desanimou ou impactou em sua autoconfiança para continuar com o negócio.

O levantamento foi desenvolvido por meio do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora, que tem como objetivo fomentar o empreendedorismo feminino, via Associações Comerciais de todo o País.

A pesquisa visa ampliar a compreensão sobre os desafios e as necessidades do universo empreendedor. Outra meta é identificar os motivos da baixa participação de mulheres em cargos de liderança. A partir do resultado, ações práticas para mudar o atual cenário serão propostas.

Fonte: Facesp

raros-2
Guia comercial AUTO ESCOLAS
Restaurante Minatel há 27 anos em Cordeirópolis
Prev Post Restaurante Minatel há 27 anos em Cordeirópolis
Fátima Celin (PT) assumirá prefeitura por 30 dias
Next Post Fátima Celin (PT) assumirá prefeitura por 30 dias
Veja mais

Leave a Comment:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link para o WhatsApp