Crise no Hurb traz alerta sobre compra de viagens online com preços baixos

  • 0
  • 32 views


Especialistas orientam como planejar as férias de forma segura e econômica

 

Loja Barbosa (3)

Passagem aérea, incluindo estadia por um valor muito abaixo do normal para sete dias em Orlando, Estados Unidos. A proposta - tentadora para muitas pessoas que têm o sonho de conhecer a cidade americana - pode se tornar um problema. Isso porque o Hurb - plataforma de viagens online conhecida por seus preços extremamente baixos - tem enfrentado nas últimas semanas uma onda de reclamações. Clientes de todo o país têm usado a internet para denunciar problemas com voos e hospedagens fechados pela plataforma. No Reclame Aqui, a empresa soma mais de 29 mil reclamações apenas nos últimos 6 meses, e é avaliada como ruim, com nota 5,7.

Para Ana Paula Lacerda, professora do curso de turismo do Centro Europeu, não existe nenhuma garantia de embarque no método adotado pela plataforma Hurb.

“As pessoas compram a promessa de uma viagem. Um método sem nenhuma garantia de embarque. Além disso, não existe reserva de passagens aéreas com dois anos de antecedência em nenhum fornecedor de turismo", alerta a especialista. Ela também reforça a importância de pesquisar antes da compra o valor das passagens e pacotes em agências reconhecidas. "Desta forma, qualquer pessoa numa pesquisa básica sabe que não existe pacote para Orlando por R$999 reais, mas preferem acreditar que estão fazendo um bom negócio e esquecem de ver as letras miúdas e as pegadinhas colocadas em entrelinhas”, diz.

Para garantir a segurança da compra da passagem aérea e a hospedagem, o ideal é sempre receber as confirmações dos serviços orienta a especialista em turismo, Raquel Pazini, e também professora do Centro Europeu.

 “Ao comprar um pacote, você precisa saber qual é o seu voo, quais são as reservas, receber o bilhete da passagem, o voucher do hotel, e todos os demais serviços contratados. No agenciamento de viagem tradicional, a gente tem essa confirmação. Agora quando o pacote é comprado com 2 anos de antecedência nessas plataformas online, a pessoa paga mas não recebe nenhum comprovante dessa viagem, e esse é o principal perigo”, afirma.

Como fazer uma compra confiável e econômica

É possível fazer uma viagem nacional ou internacional de forma segura, confiável e sem gastar muito dinheiro. Raquel explica que a melhor forma é ter o apoio de um agente de viagem. “Engana-se quem acha que planejar as férias com um agente de viagem vai ser algo muito mais caro. O agente de viagem é o profissional que vai prestar o serviço de acompanhar o cliente, tirar as dúvidas, e isso não é necessariamente mais caro do que comprar nessas plataformas online”, diz.

​​Pazini destaca que o agente de viagem cuida dos detalhes, sendo responsável por explicar as restrições tarifárias, fazer reservas em fornecedores confiáveis, dar assistência antes, durante e após a viagem. "Um bom profissional estuda muito, viaja e se atualiza para que seu cliente tenha a melhor experiência de viagem. Um bom agente de viagens tem a resposta e o atendimento que a internet não oferece”, complementa Raquel.

Entre estratégias que podem ser adotadas para que a viagem seja segura e econômica estão comprar com antecedência e fugir da alta temporada, é que quanto maior a procura, mais elevados serão os preços; aproveitar promoções específicas sem comprometer a qualidade das férias, além de ter em mente mais de uma opção de destino para aumentar as possibilidades de fazer um bom negócio. “Se a primeira opção não entrar no orçamento, por exemplo, é importante estar aberto para outras sugestões. Viagens requerem planejamento e confiança. Sugiro que as pessoas tenham um agente de viagens para chamar de seu”, finaliza Ana.

raros-2
Prev Post Homem é pego em flagrante por furto em comércio de Cordeirópolis
Next Post Contrato entre Câmara e escritório de advocacia é suspenso por ordem da Justiça
Veja mais
Link para o WhatsApp